Acredito em Portugal.

Sem comentários: