Rumos


Jaz na pedra fria
a mosca morta,
o pé que te esmagou
era meu.
Esvoaça eternamente
no teu lindo céu,
que à espreita de novos rumos
ficarei eu!

Foto: (In, http://4.bp.blogspot.com/_LvTRwAnIiVo/TOx4mGy6v5I/AAAAAAAAASg/JkNZ9xfkp3I/s1600/Homem-sem-Rumo.jpg)


João Belém
2011-04-19

Sem comentários: