ESPÍRITO DE NATAL

O espírito de Natal perpassa o material.

Não apenas luzes, pisca-piscas, papéis coloridos, pinheirinho, Pai Natal e outros tantos símbolos e enfeites constituem a essência.

Todos servem para lembrar e evocar sentimentos de felicidades, mas a maioria aparece para atrair os consumidores a adquirir o que o comércio tem a oferecer para fazer a festa dos lucros.

O Presépio, a imagem de Cristo Jesus recém nascido, é cada vez menos apresentado, uma clara forma da perda dos valores religiosos em detrimento dos valores do dinheiro.

Nenhum símbolo natalício tem mais valor do que o sentimento do amor, de solidariedade e compreensão, de perdão e confiança que brotam do âmago da alma e da pureza do coração.

Que este Espírito verdadeiro de Natal seja o norteador para nossas vidas e traga um Feliz Natal a todos os leitores deste blogue.

P.R.

Sem comentários: