MEIO SÈCULO DE VIDA


No início, parece que o tempo não passa
Mas, ele não pára, nem damos por ele
E quando menos esperamos, paramos
E pensamos, no que fizemos e criamos

Muita “ estrada “, noites sem dormir
Sem tempo para acalmar, ou reflectir
E os anos vão passando, sempre a seguir
Um caminho, que afinal, não se vai repetir.

Meio século de vida,
[...]
J.L.M.


Sem comentários: